Arquivo da categoria: Tecnologia Verde

Sustentável e econômica: gaste 20% a menos de tinta ao imprimir

A impressão de documentos de todo tipo pode acabar sendo uma grande forma de desperdício. Seja dentro de empresas, onde o volume normalmente é maior, ou no uso doméstico, onde qualquer tipo de desperdício a mais gera maior impacto financeiro, a impressão em papel pode ser uma vilã. O desperdício em temros ecológicos, causando grande impacto ao ambiente, como também financeiros, já que o papel branco e especialmente a troca de cartucho podem ser muito custosos.

Diversos movimentos e técnicas são utilizadas para poupar os materiais utilizados em impressão. Agora, você terá mais uma forma de fazê-lo. Ecofont é uma fonte que utiliza uma muito idéia simples, mas fascinante e muito efetiva para evitar o desperdício de tinta da sua impressora!

Mas como?

Ecofont

A Econfont possui design baseado na velha fonte Vera Sans. Porém, ela possui um pequeno, mas incrível diferencial: pequenos buraquinhos em todo o seu corpo, presentes em todo e cada símbolo. Esses furos proporcionam um gasto de tinta 20% menor na hora da impressão. Você vai poupar seu dinheiro e o ambiente, ambos muito afetados pela tintas e toners. E o melhor: os furos não fazem diferença alguma na leitura e aparência! Ao ser impressa eles se tornam apenas um detalhe imperceptível. Você obterá um documento com ótima qualidade de impressão, muito melhor do que o modo rascunho em termos de qualidade, ao mesmo tempo em que poupa recursos para você e para o mundo.

Instalação

Econfont pode ser instalada como qualquer outra. Depois de baixar, basta salvar o arquivo na pasta de fontes do seu computador (C:\WINDOWS\Fonts).

Como foi baseada na Vera Sans, fonte Open Source (possui código aberto), ela pode ser usada gratuitamente por qualquer pessoa.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Tecnologia Verde

Artigo: A maldição do lixo eletrônico

Computadores velhos e TVs baleadas ninguém mais quer.

Hoje em dia está cada vez mais difícil empurrar equipamentos eletrônicos combalidos e computadores ultrapassados para frente. ONGs se tornaram altamente seletivas na aceitação de material doado — foi-se o tempo em que qualquer máquina, por pior que fosse, era considerada uma contribuição e tanto. Fora de forma, agora só se aceita iPad, uma das mercadorias mais raras do mundo no momento. iPad, de qualquer jeito. O resto, sem acordo.

Lixo Eletronico

Lixo Eletronico

A mudança tem tudo a ver com o barateamento dos produtos à venda nas lojas, é claro. Tudo que leva chip está cada vez mais acessível. Com netbooks zero-quilômetro na faixa de 500 reais, quem vai querer um PC-trambolho com problemas? E se uma TV de LCD, pequena mas fininha, pode sair por menos de 600 reais, alguém vai se interessar por um aparelho pesadão de tubo, da época de Matusalém?

Mas não são só os preços que explicam a desgraça em que caiu a parafernália eletrônica usada. O Brasil, numa fase espetacular de crescimento econômico, virou um país de maioria de classe média com a ascensão da classe C, como até os marcianos já sabem. E a classe D passou a apresentar um potencial de compra que impressiona. Bancos e empresas de cartões estão quebrando a cabeça sobre como oferecer crédito aos mais novos consumidores. O mercado se expande por todos os lados — e a velharia chipada fica cada vez mais desprezada.

Felizmente, vê-se a criação de uma estrutura mínima para receber o lixo eletrônico como lixo — para reciclar, de preferência. Só um exemplo: outro dia, indo para o trabalho, soube pelo tuíte do José Serra sobre um site em São Paulo, o http://www.e-lixo.org, que dá dicas de lugares que coletam a tralha eletrônica e chipada. O site é simples e eficientíssimo — usa o Google Maps para mostrar, para cada CEP pesquisado, onde estão os postos de coleta. A surpresa: a quantidade enorme de opções para muitos tipos de lixo — de baterias a toners, de no-breaks a monitores, de ar-condicionado a aparelhos de som. Algumas pragas, como as baterias, são campeãs em postos de coleta. Não é que aos poucos vamos nos parecendo mais com o lado rico do mundo?

Fonte: Plantão Info

Deixe um comentário

Arquivado em Tecnologia Verde

Vazamento de óleo chega a websites

A organização ambiental Clear Future desenvolveu, recentemente, um website que simula vazamento de óleo em qualquer endereço da Internet.

Vazamento de óleo chega a websites

Vazamento de óleo chega a websites

O ‘Instant Oil Spill’ cobre gradualmente qualquer website com uma animação escura “demonstração em nosso site acima” na tentativa de chamar a atenção para os desastres ambientais recentes.

A Cleaner Future incentiva o uso de fontes de energia alternativas e renováveis.

Fonte: Baguete.com.br

Deixe um comentário

Arquivado em Internet, Tecnologia Verde

Navegação ecologicamente correta

Sites ajudam a diminuir consumo de energia e emissão de CO2:

Sites ajudam a diminuir consumo de energia e emissão de CO2

Sites ajudam a diminuir consumo de energia e emissão de CO2

Salvar o mundo pode ser trabalho demais para uma pessoa só. Mas e se nós disséssemos que mesmo aí, sentado na frente do computador, você pode ajudar um pouquinho o planeta? Separamos duas dicas bastante simples que ajudam a diminuir o gasto de energia do seu computador e, de quebra, reduzem a emissão de dióxido de carbono da máquina.

Esse aqui é o Blackle, uma espécie de versão ecologicamente correta do Google. O site não pertence à empresa, seus desenvolvedores apenas inseriram a ferramenta do buscador em uma nova página. Como você pode ver, todo o site é na cor preta, e é justamente essa a diferença do serviço. Ao evitar o uso das cores, principalmente do branco, o computador consome menos energia. E não precisa se preocupar com a eficiência, o resultado das buscas é exatamente o mesmo que você consegue ao entrar diretamente na página do buscador.

Nossa segunda dica é esse programa aqui, o Snap CO2 Saver. A intenção dele é parecida com a do Blackle, mas o funcionamento é bem mais abrangente. O aplicativo permite reduzir a emissão de dióxido de carbono não apenas durante o uso de uma página ou outra, mas no uso contínuo do PC. Por meio do Snap você pode configurar o momento de deixar seu computador em standby, desligar o disco rígido ou a tela. Aqui nas opções do programa você tem três níveis de redução de energia, cada uma com especificação diferente das outras. O mais legal de tudo é que o software contabiliza o quanto você, os outros do Snap e todo o resto das pessoas estão economizando de energia. Os dados são constantemente atualizados, olha só.

Mas antes de começar a usar o aplicativo você tem que garantir que a contagem aconteça corretamente. Para isso, você precisa vir aqui em “Options”, clicar em “Computer Details” e selecionar a configuração da sua tela. Pronto. Depois de um tempo você vai conseguir ver o quanto seu computador já ajudou a reduzir a emissão de gases poluentes.

E o programa não ajuda só o planeta, o Snap também economiza seu tempo com esse espaço aqui para buscas rápidas no seu site preferido. Para selecionar o site que você quer deixar programado para realizar as pesquisas é só clicar Settings, também dentro do botão de Options. Viu só? Agora você pode ser ecologicamente correto e ainda ter facilidades na sua vida online. Para testar nossas dicas e começar a sua navegação verde é só clicar nos links logo abaixo desse vídeo.

Fonte: Olhar Digital

Deixe um comentário

Arquivado em Browsers, Buscadores, Internet, Tecnologia Verde

Designer projeta computador feito com papel reciclado

Com a evolução tecnológica, os objetos se tornam obsoletos da noite para o dia e toneladas de equipamentos acabam no lixo poucos meses após sua fabricação.

Computador reciclado

Computador reciclado

Câmeras fotográficas, celulares e até computadores são substituído sem que seus materiais eletrônicos, geralmente carregados de substâncias tóxicas, sejam descartados corretamente. Todos esses equipamentos acabam no lixo comum e causam graves danos ao meio ambiente.

Pensando nisso, o designer Je Sung Park projetou um notebook feito com papel reciclado que pode ter sua estrutura substituída sem comprometer o resto do equipamento e reduz as agressões ambientais comuns nesse tipo de descarte.

computador-02.jpg

Muitas camadas de papel reciclado são prensadas até formar uma estrutura rígida e resistente. Com o monobloco pronto, as peças e dispositivos eletrônicos são inseridos na estrutura, formando um computador tão eficiente quanto um fabricado com materiais mais agressivos, como o plástico e os metais.

Assim, quando o usuário precisar substituir alguma peça, ele poderá trocar a estrutura por uma nova e montar novamente a parte eletrônica. O case poderá ser reciclado e virar um novo produto.

Futuro de produtos inteligentes e sustentáveis

computador-03.jpg

O projeto, claro, ainda não está pronto e precisa ser desenvolvido um pouco mais para se tornar viável. Mas o dono da ideia tem planos de colocá-lo em prática nos próximos dez anos e dar início a uma era de computadores menos agressivos ao meio ambiente e mais práticos e acessíveis para os usuários.

“Até agora, os computadores têm sido um símbolo de tecnologia. Mas nós precisamos de computadores mais avançados, que sejam mais fáceis de usar a qualquer hora e em qualquer lugar e que tragam soluções ambientais”, diz.

Deixe um comentário

Arquivado em Tecnologia Verde

Como ativar o recurso de economia de energia do Windows

Ajuste simples ajuda reduzir a conta de energia elétrica no final do mês. Veja como fazer isso no PC de casa ou na empresa.

Em tempos de grana curta, toda e qualquer ação que se faça para economizar energia elétrica pode resultar em alguns reais a menos na conta de energia no final do mês. Um ajuste simples, feito no Windows, pode representar um economia e tanto, principalmente no caso de uma empresa que possui vários computadores.

Para se ter uma idéia do que isso significa, a General Electric espera economizar cerca de 2,3 milhões de dólares ao ano com a ativação adequada do recurso de gerenciamento de energia do Windows.

Para ter acesso a ele, vá até o Painel de Controle e selecione Opções de Energia. Na aba Esquemas de energia, selecione o perfil de equipamento desejado (para cada um, o Windows oferece opões pré-estabelecidas para controle do monitor e do disco rígido, mas que podem ser alteradas pelo usuário).

Windows_opcao_energia_01.jpg

Na aba Avançado é possível fazer com que o Windows exija o fornecimento da senha do usuário para ficar disponível. Escolha essa opção, se for o caso. Note que também pode-se redefinir as ações que o PC irá tomar quando o usuário clicar nos botões ligar/desligar ou adormecer (Stand by) do PC. Não se esqueça de clicar no botão Aplicar para que as modificações passem a valer.

Windows_opcao_energia_02.jpg

Já na aba Hibernar o usuário irá definir se deseja que o equipamento entre em estado de hibernação (a opção deve estar selecionada), salvando o que está na memória do equipamento no HD. Ao ser ativado novamente, o computador retorna ao estado em que se encontrava quando hibernou.

Windows_opcao_energia_03.jpg

Fonte: PC World

Deixe um comentário

Arquivado em Tecnologia Verde

Ajude a preservar florestas – Faça suas buscas pelo Ecosia

Mais de 26 milhões de m² de área verde já foram salvos com o uso do site.

Link do Buscador: Ecosia

Interface Ecosia

Interface Ecosia

Ajudar o meio ambiente ficou mais simples. Com o buscador Ecosia, você ajuda a preservar florestas sem sair de casa.

O serviço é uma parceria entre o Yahoo!, Bing e a organização WWF. A cada busca feita pelos usuários, cerca de 2 m² de floresta tropical são preservados. Além disso, 80% da renda arrecadada pelo buscador com os links patrocinados é revertida para o programa de proteção à Amazônia da WWF. O acesso dos internautas é totalmente gratuito. Até o momento, mais de 26 milhões de m² já foram salvos com o uso do mecanismo.

O site não conta com o apoio do Google, maior buscador da web. A ausência também é uma jogada de marketing, já que o Yahoo! e o Bing são aliados contra o grande concorrente.

Disputas financeiras à parte, o Ecosia é uma grande iniciativa de conscientização online. O link para o buscador da WWF está logo acima dessa matéria.

Deixe um comentário

Arquivado em Buscadores, Tecnologia Verde