Arquivo da categoria: Segurança na internet

Dê o fim às conversas mantidas pelo Messenger

Papos sigilosos por mensageiros instantâneos é um perigo. Veja como eliminar o histórico das conversas em seu computador.

Se você tem conversas confidenciais no Live Messenger é interessante apagá-las da sua máquina. Um jeito simples é usar a dica Elimine rastros da navegação do PC, já que o software CCleaner também elimina os dados do Messenger. Mas também é possível apagar as conversas manualmente. Para isso, clique em seu nome de usuário na janela do Live Messenger e escolha Mais Opções. Acesse Histórico e copie o endereço da pasta no campo Salvar As Conversas Nesta Pasta. Abra o Windows Explorer, cole o endereço copiado e apague os arquivos correspondentes ao seu histórico.

Deixe um comentário

Arquivado em Segurança na internet

Aplicativo gratuito transforma iPad em terminal de pagamento

Pode ter chegado a hora de você deixar a  carteira um pouco de lado. Isso porque empresas como a  Square, liderada pelo cofundador do Twitter, Jack Dorsey, investem para para transformar equipamentos como o iPad, o iPhone e aparelhos Android em sistemas móveis de pagamento. A companhia revelou dois aplicativos mobile desenvolvidos para permitir que consumidores e lojas usem aparelhos digitais, em vez de uma caixa registradora ou terminal de cartão de crédito para realizar transações.

O Square Register, novo aplicativo gratuito para iPad, transforma o tablet em uma “caixa registradora” dos tempos modernos. O programa é feito para acelerar o processo de checkout, rastrear vendas e facilitar  a tarefa dos comerciantes de se comunicarem com consumidores em seus aparelhos móveis, trabalhando de forma integrada com o sistema do estabecimento. A ferramenta também pode ser usada na leitura de cartões, com o uso de um acessório.

squareregister.jpg

App da Square transforma tablet em caixa registradora

A companhia também anunciou o Card Case, aplicativo criado para ajudar usuários de iPhone e Android a encontrarem lojas na região e rastrear e armazenar recibos digitais. O aplicativo permite que os usuários criem abas para suas lojas favoritas, tornando a compra mais rápida e fácil. Segundo a Square, o app pode ser ativado por meio de uma mensagem de texto da produtora após o usuário realizar uma compra de cartão de crédito em um estabelecimento.

“Caixas registradoras e terminais de cartão de crédito são relíquias de um sistema de transações comerciais caro, complicado e impessoal”, disse o CEO da Square, Dorsey. “Com o Registrer e o Card Case, estamos transformando em algo especial as transções diárias entre consumidores e lojistas.”

Fonte: macworldbrasil.uol.com.br

Deixe um comentário

Arquivado em Ferramentas, Internet, Segurança na internet, Tecnologia Móvel

Raio-X para links duvidosos

Links encurtados, produzidos por sites como Tiny.url, Bit.ly ou Encurtador UOL, são práticos e garantem também uma formatação “higiênica” em e-mails e tuitadas. Mas eles também podem esconder sites mal intencionados se “caírem nas mãos erradas”, levando pelo “mau caminho” nesse mundo cheio de tragédias conhecido como internet.

Url X-Ray

Url X-Ray

Se você recebeu um link encurtado e desconfia do que esteja por trás dele, pode usar sites que decifram o conteúdo, dando uma prévia de onde você vai parar se clicar no link.

Uma dessas ferramentas é o PrevURL, que não funcionou muito bem nos testes aqui, além de trazer propagandas incômodas.

Quem se deu melhor, por enquanto, foi o URL X-ray, que faz um “raio-X” da URL curta que você tiver em mãos. Você cola o endereço, clica no botão X-ray e recebe um relatório como na imagem acima: o endereço curto e, abaixo, o endereço real. Falta, porém, uma imagem miniatura do endereço de destino para deixar o relatório um pouco mais completo.

Fonte: Blog UOL Tecnologia

Deixe um comentário

Arquivado em Ferramentas, Segurança na internet

4 maneiras de reforçar sua privacidade nos serviços do Google

Picasa, YouTube, Orkut e Gmail têm caminhos próprios para definir o que pode e o que não pode ser visto por outros internautas.

Cuide de suas informações pessoais

Cuide de suas informações pessoais

As redes sociais promoveram uma revolução no modo como nos comunicamos na web, mas vieram acompanhadas de diversas questões em relação à privacidade. Nos últimos dias, o alvo das críticas foi o Facebook, cujo recurso de Personalização Instantânea oferece a sites parceiros o acesso às informações públicas dos usuários. Antes dele, foi o Goggle Buzz, cuja inauguração foi marcada pela divulgação da lista pessoal de contatos do Gmail.

Os passos para proteger sua privacidade no Facebook depois do lançamento da Personalização Instantânea já foram explorados. Mas e nos diversos serviços do Google? Com as instruções abaixo, usuários de serviços como Buzz, YouTube, Orkut e Picasa poderão conferir suas configurações de privacidade, ajustando-as de acordo com suas necessidades. Vamos a elas.

Gmail
O Gmail pode não ser sua principal preocupação em relação a segurança – afinal, e-mails são feitos para serem sigilosos. Mas ele é a porta de entrada para um dos serviços mais polêmicos lançados pela Google nos últimos tempos: o Buzz.

O Google Buzz foi ativado automaticamente para todos os usuários do Gmail no lançamento, em fevereiro de 2010. Mais tarde, a Google reviu tal política. Agora, para ativar ou desativar o Buzz, basta clicar no link respectivo, no pé da página do Gmail.

É bom lembrar que o Google Buzz não será exterminado de sua conta do Gmail – ele e suas configurações ficarão hibernando até que você mude de ideia. Para realmente desligar o Buzz, é preciso clicar em Configurações (no canto direito da tela), escolher a aba Google Buzz e clicar no link “Desativar o Google Buzz completamente”.

Se a decisão for pela adesão ao Buzz, a primeira coisa que o serviço fará é mostrar quem você está seguindo e quem o segue, e as configurações de privacidade que se aplicam. É uma boa hora para rever a lista de seguidos e bloquear quem você não quer que o siga.

Um ponto polêmico do Buzz era a publicação das listas de contatos do usuário, montadas pela própria ferramenta e liberadas sem seu consentimento. A aba Goggle Buzz, em Configurações, oferece a opção de não mostrar essas listas no perfil público do usuário.

YouTube
Embora seja projetado desde a base para divulgar seus vídeos na web, o serviço – que passou a fazer parte da Google em 2006, numa aquisição bilionária – acena com a possibilidade de ajustes de privacidade.

Você pode, por exemplo, impedir que o YouTube use suas informações da sua conta para oferecer ‘publicidade relevante’. Isso não vai bloquear a publicidade, mas você não irá receber anúncios de acordo com seus dados pessoais, como gênero e faixa etária.

Também é possível bloquear a exibição de estatísticas e dados sobre os vídeos, e restringir o envio de mensagens e o compartilhamento de vídeos apenas a amigos.

Cada vídeo individual também pode ter suas configurações de privacidade definidas. Clique em Vídeos para ver a relação completa. No vídeo a ser reconfigurado, clique em Editar. Uma caixa do lado esquerdo inferior da tela traz as opções Compartilhar seu vídeo com o mundo (padrão) e Privado (visível para até 25 pessoas).

Na opção Privado, é possível escolher entre gerar um endereço web de acesso limitado (para colar e enviar por e-mail às pessoas com as quais você vai compartilhar) e o compartilhamento privado com os usuários do YouTube – neste caso, você precisará informar os nomes dos usuários para notificá-los da existência do vídeo.

Outras opções incluem a distribuição (que pode ser restrita a PCs, sem incluir celulares e TV), a não incorporação deste vídeo por sites externos (o que impedirá a geração de código embedded, para inserção em outros sites) e a não informação de dados de localização (para que não saibam onde o vídeo foi gravado).

Orkut
As opções de ajuste de privacidade da rede social da Google estão sob o link Configurações do Orkut, no canto direito superior da tela. Um clique nesse link abrirá a página Minhas Configurações.

Uma das abas será Privacidade. Clique nela para abrira as opções de ajuste. Talvez a mais conhecida seja a Visitantes do Perfil – ela permite bloquear a publicação de informações que denunciam quem bisbilhotou no seu perfil.

Uma opção menos conhecida, mas que pode ser relevante para muitas pessoas, é a Orkut nos Resultados da Pesquisa do Google. Escolha “Ocultar Informações” caso não queira que seus dados do Orkut sejam listados nos resultados de pesquisa do Google.

As solicitações de amigos também podem ser restringidas por regras simples. O padrão é receber convites de qualquer um no Orkut, mas se quiser você poderá receber apenas solicitações de amigos dos amigos, ou de países e regiões específicas (Brasil e Portugal, por exemplo).

Sobre fotos, o usuário do Orkut pode desativar a marcação de fotos, impedindo você seja identificado nas fotos de outras pessoas. E no novo Orkut as atualizações que você faz aparecem na página de perfil das pessoas, mas se quiser essas atualizações podem ser desligadas – basta clicar na opção Ocultar Atualizações.

As fotos publicadas no Orkut podem ter seu acesso restrito. Clicando em Meus Álbuns a partir da tela de perfil, você encontrará uma lista de álbuns, cada uma com o botão Editar. Clique nele para configurar quem pode ver o álbum, se só alguns amigos, todos os amigos ou todos do Orkut. A opção Só Alguns Amigos permite a seleção de pessoas uma a uma ou de grupos inteiros, como Melhores Amigos ou Conhecidos, e até contatos de e-mail.

As informações do seu perfil pessoal não fazem parte da guia Privacidade, mas o acesso a elas também pode ser restrito. Para ter acesso aos ajustes, clique em Mais Informações, no cabeçalho da página de perfil. Você irá visualizar a tela de perfil do velho Orkut. No link Editar à frente da opção Perfil no menu esquerdo da tela principal. As opções oferecidas para visualização são Só Eu, Apenas Meus Amigos, Amigos dos Amigos e Todos.

Picasa Web Albuns
O serviço de guarda e publicação de fotos na nuvem traz, sob o link Configurações do canto superior direito da página, o acesso à aba Privacidade e Permissões. As opções, no entanto, não são tão ricas. Você pode permitir a utilização das fotos sob a licença Creative Commons (embora a segunda opção – proibir a utilização – dificilmente possa ser respeitada). Você também pode bloquear o download das fotos.

Em relação aos álbuns, é possível definir para quais grupos o acesso será liberado. Há três grupos predefinidos: Amigos, Família e Colegas de Trabalho, que originalmente estão vazios – você deverá povoá-los selecionando os contatos do Gmail.

Você também pode definir o compartilhamento de cada álbum. As opções são Público (o álbum aparece para todos que visualizarem seu perfil no Picasa), Não Listado (só você verá o álbum) e Login necessário para Visualizar (permissão apenas para os que estiverem conectados ao Picasa).

Para ajustar essas configurações, entre no Picasa, clique num álbum para abri-lo; depois, clique no link Editar da barra de ferramentas, e escolha Propriedades do Álbum. Quando terminar os ajustes, não se esqueça de clicar em Salvar Alterações.

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos, Segurança na internet

Backup de e-mails do Outlook e sites favoritos

Na hora de fazer uma cópia de segurança, boa parte das pessoas lembra de copiar arquivos e pastas importantes. No entanto, outros itens  teoricamente menos importantes acabam passando em branco pelos usuários. Com base nisso, segue um tutorial que mostra como fazer cópia de mensagens e configurações do Outlook, além de como salvar os sites favoritos do navegador. Confira.

Microsoft Outlook
Para o tutorial foi utilizado o Microsoft Office 2003 (Clique aqui para ver o passo a passo detalhado). O programa de e-mail, que faz parte do pacote Office, é muito utilizado pelas empresas, sobretudo por ter uma interface mais voltada para a produtividade: tem calendário, permite a inserção de tarefas para cumprir, conta com um bom formulário de contatos, etc.

O processo para cópia de arquivos é simples. Basta ir ao menu Arquivo > Importar e Exportar. Na sequência, deve-se escolher a opção Exportar para um arquivo. No que diz respeito à seleção de formato de arquivo, a mais utilizada – até por ser mais estável – é a PST. Com isso definido,  basta selecionar as pastas de e-mail que deseja copiar e dar prosseguimento aos passos sugeridos pelo assistente do Outlook.

O procedimento utilizado para a cópia de e-mails também pode ser usado em backup de outros itens do Outlook como contatos e tarefas agendadas.

Outlook Express 6
Diferente do Microsoft Outlook, o Outlook Express 6 (Clique aqui para ver o passo a passo detalhado) é mais leve e tem menos funções. No entanto, seus grandes diferenciais, ao menos na hora de fazer backup de arquivos, são a simplicidade na cópia das pastas e a facilidade em copiar configurações.

Para fazer backup de mensagens no Outlook Express 6 é preciso achar a pasta de armazenamento e, em seguida, copiar seu conteúdo. A “localização” da pasta pode ser achada indo, com o programa aberto, no menu Ferramentas > Opções. Na sequência, escolha a aba Manutenção e clique no botão Pasta de Armazenamento. Depois é só acessar a pasta e copiar os arquivos com extensão “.dbx”, para um pendrive ou CD.

Backup Outlook

Backup Outlook

O processo para a cópia de configurações também é simples. Vá ao menu Ferramentas > Contas e selecione a aba E-mail. Depois, é preciso selecionar a conta de e-mail, que o usuário quer copiar as configurações, e clicar no botão Exportar. Será gerado um arquivo com extensão “.iaf”. Para aplicar as configurações em um Outlook Express sem nada, basta fazer o mesmo caminho, escolher a opção Importar e selecionar o arquivo.

Navegadores
Para mostrar o procedimento para a cópia de sites favoritos de navegadores, o UOL Tecnologia usou os 3 navegadores mais utilizados: Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome.

O Internet Explorer tem um procedimento um pouco longo (clique aqui para ver o passo a passo), mas intuitivo. Após ir no menu Arquivo > Importar e Exportar, escolha Exportar para um Arquivo e marque Favoritos, na janela “O que você gostaria de exportar?”. Em seguida é só selecionar as pastas de Favoritos pretendidas e ir clicando no botão próximo.

Firefox (Clique aqui para ver o passo a passo no navegador da Mozilla) e Chrome (Clique aqui para ver o passo a passo no navegador do Google) usam procedimentos muito parecidos. Em ambos, após digitar simultaneamente Ctrl + Shift + B, abrem um Gerenciador de Favoritos, após isso é só ir na opção Importar e Backup – no Firefox – e Exportar Favoritos – no Chrome.

Fonte: UOL Tecnologia

Deixe um comentário

Arquivado em Browsers, Diversos, Segurança na internet

Soluções para pagamento digital

A grande maioria dos desenvolvedores web conhece como solução para pagamento digital o Pagseguro e o Paypal. Segue algumas alternativas bem interesssantes:

F2b

Permite que você crie, envie e administre cobranças através de sua conta F2b ou de seu próprio site. A Conta Eletrônica F2b é pré-paga, isenta de mensalidade ou anuidade que oferece diversos serviços, tais como Solução de Cobrança, Consulta Comercial, Pagamentos de Contas de Serviços Públicos e Boletos Bancários, Transferência de Valores, Envio de Mensagem de Texto SMS, Recarga de Telefones Pré-Pagos, etc. Seus módulos de integração WebServices são compatíveis com qualquer linguagem de programação.

A F2b possui um sistema pronto de loja virtual, com gerenciamento gratuito, que oferece todo o sistema necessário para você cadastrar seus produtos e realizar suas vendas de maneira simples e profissional.

Moip

A Moip é uma empresa do portifólio IG e é uma ferramenta que visa garantir credibilidade e segurança para seus clientes no momento do pagamento. Através dela você pode:

  • Receber pagamentos por cartão de crédito, débito em conta bancária, financiamento e boleto de forma simples.
  • Parcelamento com ou sem acréscimo em até 15X no cartão de crédito. Tudo é configurável.
  • O seu cliente compra em seu website e realiza o pagamento nos servidores da MoIP. Concluída a transação, o dinheiro é creditado em sua carteira e fica disponível para saque para qualquer conta bancária de sua titularidade.
  • Sem taxas de adesão, mensalidades ou anuidades.
  • A integração é simples. Basta cadastrar os produtos/serviços no MoIP, gerar os botões ou links para pagamento a serem inseridos em seu site e pronto, você já está apto a receber pagamentos.
Como funciona:
Moip - Como funciona

Pagamento Digital

O Pagamento Digital é um serviço completo de soluções de pagamento. Sua tecnologia, possui um canal direto de comunicação com bancos e operadoras de cartões de crédito (Visa 12x, Mastercard 12x, American Express 15x, Aura 24x, Diners 12x, HiperCard 12x e Boleto Bancário e também com seu Saldo Virtual Pagamento Digital), fazendo com que todas as transações no ambiente Pagamento Digital sejam seguras.

Como funciona:
Pagamento Digital - Como funciona

Possui vários códigos de integração com lojas virtuais e módulos prontos para as mais variadas ferramentas de ecommerce.

Cobre Direto

O CobreDireto é um gateway de pagamentos on-line, ou seja, um sistema que integra sua loja virtual com as instituições financeiras para que você possa receber pagamentos de seus clientes por diversos meios: cartões de crédito e débito, boleto bancário etc.

Após navegar em sua loja virtual, escolher os produtos e conferir o carrinho de compras, o usuário inicia o processo de pagamento. Nesse momento, sua loja virtual envia para o CobreDireto os dados da compra. Esse é o primeiro passo, a criação do pedido.

Esse envio é feito usando o webservice do CobreDireto. Se sua loja pede ao usuário um cadastro antes de prosseguir com o pagamento, você pode nesse momento enviar ao CobreDireto os dados cadastrais do usuário, incluindo endereço de cobrança e endereço de entrega. Caso contrário, o CobreDireto solicitará do usuário apenas os dados necessários para o processo de pagamento. Você também pode enviar ao usuário o meio de pagamento escolhido. Se não o fizer, o CobreDireto mostrará as opções disponíveis para que o usuário escolha.

Ao enviar os dados do pedido para o webservice, o CobreDireto vai responder com uma URL, para onde você deve redirecionar o usuário. Essa URL está no ambiente do CobreDireto, mas não se preocupe, você pode personalizá-la para que tenha a aparência exata de sua loja. Lá o usuário realizará todo o procedimento de pagamento.

Durante esse processo, o status do pedido pode mudar diversas vezes. Cada vez que o status mudar, sua loja virtual será avisada através de um POST que o CobreDireto fará para ela, chamado de “campainha”. A cada toque da campainha sua loja deve acessar o webservice do CobreDireto para verificar o novo status do pedido.

Ao final do processo de compra o usuário é enviado novamente à loja que, tendo recebido o status através do processo de atendimento da campainha, exibirá um recibo da compra ou, caso o status não seja “PAGO”, uma mensagem de erro.

O Cobre Direto possui uma biblioteca PHP para utilização de fácil intergração. Caso você não esteja utilizando PHP, basta acessar seu Webservice.

Cobre Direto

Braspag

Gateway internacional de pagamentos, a melhor solução de cobrança a vista ou parcelada para e-commerce, call center e mobile. Integra a maioria dos meios de pagamento disponíveis na América Latina, com processamento também nos EUA e Europa.

A integração com a Braspag é rápida, simples e pode ocorrer de duas formas: Webservice e POST (Pass Thru e Hosted):

  • WebService – integração em que o comprador escolhe a forma de pagamento no ambiente do próprio estabelecimento. Não há direcionamento para outro ambiente; a informação é repassada server-to-server (esta integração não pode ser utilizada para débitos online).
  • Pass Thru – integração via post, em que o comprador escolhe a forma de pagamento na própria página do estabelecimento e, em seguida, é direcionado para o ambiente do meio de pagamento para efetivar a compra.
  • Hosted – integração via post, em que o consumidor escolhe o meio de pagamento no ambiente da Braspag, que possui ali incorporada a identidade visual do estabelecimento. Em seguida, ele é redirecionado para o ambiente do meio de pagamento para efetivar a compra.

Cobre Bem

É uma empresa especializada em soluções padronizadas de meios de pagamento. Possui soluções prontas como:

  • Aprova fácil: Automatiza com total segurança vendas através de diversos meios de pagamento simultaneamente.
  • CobreBemX: Componente que possibilita ao seu programa a integração de Recebíveis através de inteligência pronta.
  • E-commerce: Programa Multiplataforma que proporciona geração de Boletos Online no seu site ou Intranet.

Pagamento Certo

Solução para pagamentos digitais da Locaweb. Suas principais vantagens são:

  • Sistema de integração simples e transparente.
  • Segurança para quem compra e para quem vende.
  • Simplicidade na gestão através do Painel de Controle.
  • Suporte ao lojista sem custo mensal.
  • Tarifas cobradas apenas sobre as vendas confirmadas.

As tarifas por transações e a taxa de R$0,20 serão cobradas sobre o que você vender e serão pagos à Locaweb. Não será necessário o pagamento a parte para as operadoras de cartão ou boleto.

i-PAGARE

O i-PAGARE é o Gateway de Pagamentos mais fácil de adquirir, implantar e utilizar do mercado. Possui 3 formas de intergração muito simples:

  • Básica: utilização de telas prontas do i-PAGARE – Utiliza telas prontas de pagamento. Basta chamar uma URL HTTPS do i-PAGARE passando como parâmetro os dados do pedido para que o i-PAGARE se encarregue de todo o resto.
  • Customizada: utilização de telas do i-PAGARE personalizadas pelo estabelecimento – A customização das telas do i-PAGARE é fácil. Definindo um arquivo de folha de estilo (CSS) próprio, o estabelecimento pode customizar todas as telas do i-PAGARE. Adicionalmente, o estabelecimento também pode criar suas próprias telas de sucesso, falha e escolha dos meios de pagamento.
  • Web Service: o estabelecimento cria todas as telas – A integração web service faz uma conexão direta com o i-PAGARE, que passa a se portar como um gateway para processamento de transações. Atualmente, esta modalidade está disponível apenas para transações por cartão de crédito e requer autorização especial das operadoras.

Projeto BoletoPHP

Projeto Código-Aberto de Sistema de Boletos bancários em PHP. O principal motivo da criação desse projeto foi a de criar um sistema de geração de Boletos que seja mais simples do que o PhpBoleto e que se estenda ao desenvolvimento de boletos dos bancos mais usados no mercado, além do Banco do Brasil do projeto BBBoletoFree.

Este projeto visa atender exclusivamente aos profissionais e desenvolvedores na área técnica de programação PHP dos boletos, portanto se faz necessário conhecimento desejado e estudo do mesmo para a perfeita configuração do boleto a ser usado, sendo de inteira responsabilidade do profissional a instalação, funcionamento, testes e compensação do mesmo em conta bancária.

Boleto.Net

Boleto.Net é um componente desenvolvido em C# e ASP.Net e contempla as seguintes funcionalidades:

  • Emissão e Impressão de Boletos Bancários.
  • Geração de Arquivo de Remessa (CNAB 240 e 400).
  • Leitura do Arquivo de Retorno (CNAB 240 e 400).

Download do código fonte do projeto pode ser feito aqui.

Fonte: http://www.pinceladasdaweb.com.br

3 Comentários

Arquivado em Segurança na internet, Tecnologia e sistemas

NF-e agora é obrigatória

A partir de 01 de abril de 2010, torna-se obrigatória a utilização da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e).

O documento é validado por meio do certificado digital, promovendo o acompanhamento em tempo real das transações comerciais de empresas contribuintes do imposto sobre circulação de mercadorias e serviços (ICMS) e do imposto sobre produtos industrializados (IPI) pela Receita Federal e Secretárias Estaduais de Fazenda.

Nota Fiscal - Eletrônica

Nota Fiscal - Eletrônica

A NF-e substitui a nota fiscal de modelo 1 ou 1-A. O sistema passará a ser obrigatório para os setores de fabricação e distribuição de cigarros e de produção e distribuição de combustíveis líquidos, o que enquadra mais de 5 mil estabelecimentos. As empresas tem três meses, de abril a outubro, para a adaptação completa a nova ferramenta. No primeiro trimestre do ano foram emitidas, aproximadamente, mais de 880 milhões de NF-e.

As empresas devem se planejar para adotar essa solução, já que é necessário o credenciamento junto à Secretaria da Fazenda (Sefaz), a aquisição de certificado digital da no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP–Brasil), dos tipos A1 ou A3, além de acesso à internet banda larga e a adequação de alguns processos.

A obrigatoriedade se estenderá para outros setores econômicos a partir de 1° de setembro, onde empresas de automóveis, cimento, medicamentos, frigoríficos, fabricantes de ferro-gusa, laminados, bebidas, entre outras, terão de passar a usar somente o sistema eletrônico para emissão da NF-e.

Acesse o site: http://www.nfe.fazenda.gov.br/portal/ para saber mais.

Deixe um comentário

Arquivado em Segurança na internet