Arquivo do mês: junho 2009

Semântica com o HTML5

Como podemos produzir código semântico utilizando HTML5? Essa é a pergunta que toda a comunidade de desenvolvedores gostaria de obter a resposta. Abaixo você vai encontrar um exemplo de código em HTML 5 onde o objetivo é tornar o código mais “usável”, acessível, utilizando poucas classes e ID’s.

Além disso, você vai esperar mais 10 anos para utilizar HTML até que os padrões finais sejam definidos ou vai ser mais um adepto já que o suporte a HTML 5 nos browsers está aumentando?

01.< !DOCTYPE html>
02.<html>
03. <head>
04. <meta charset="UTF-8" />
05. <title>Site Name &bull; Page Title</title>
06. </head>
07. <body>
08. <nav>
09. <h1><a href="/">Site Name</a></h1>
10. <ul>
11. <li><a href="#">Nav Link</a></li>
12. <li><a href="#">Nav Link</a></li>
13. <li><a href="#">Nav Link</a></li>
14. </ul>
15. </nav>
16. <header>
17. <p>Welcome to the site!</p>
18. <a href="#">Call to action!</a>
19. </header>
20. <section>
21. <aside>
22. <!-- Sidebar -->
23. </aside>
24. <article>
25. <header>
26. <h2>Article Name</h2>
27. <p>Posted by <cite>Kerrick Long</cite> on <time datetime="2009-06-21">June 21</time>.</p>
28. </header>
29. <p>Lorem ipsum dolor sit amet...Aliquam erat volutpat.</p>
30. <figure>
31. <img src="/images/eclipse.jpg" width="640" height="480" alt="Solar Eclipse" />
32. <label>Here we can see the solar eclipse that happened <time datetime="2009-05-28">recently</time>.</label>
33. </figure>
34. <p>Lorem ipsum dolor...</p>
35. </article>
36. </section>
37. <footer>
38. <p>&copy; <time datetime="2009-01-01">2009</time>, <cite>Site Owner</cite></p>
39. </footer>
40. </body>
41.</html>

Deixe um comentário

Arquivado em Acessibilidade na internet, Arquitetura da Informação, XHTML

Tecnologia SEO para Flash da Adobe

Sites desenvolvidos em Flash eram a algum tempo atrás mal compreendidos pelos search engines, se você queria aparecer nas buscas deveria correr do Flash, a melhor opção ainda era o HTML (não que ainda não seja). Mas a algum tempo atrás o Google anunciou que seu Search Engine indexa Flash, uma boa opção para aqueles que gostam de sites desenvolvidos com essa tecnologia.

Flash SEO

Flash SEO

Mas isso não era o suficiente e essa semana tomei conhecimento que a Adobe disponibiliza um Centro de Tecnologia SEO para Flash para auxiliar os desenvolvedores a tornarem suas aplicações mais amigáveis para a web. Através do site você pode encontrar exemplos a serem seguidos com melhores práticas para conseguir melhor posicionamento nos buscadores.

Fica a dica para os profissionais de SEO. Vi a dica no site SEOMaster.

Fonte

Deixe um comentário

Arquivado em Acessibilidade na internet, SEO

Debate sobre crimes na internet

Para falar sobre crimes virtuais, que crescem cada vez mais no país, foram convidados:

  • Presidente da Acid, Mário Brandão
  • Delegado da Divisão de Meios Eletrônicos, José Mariano de Araújo Filho.

Acesso ao link do Debate

Deixe um comentário

Arquivado em CDigital News, Segurança na internet

Sincronize senhas com o Foxmark

Programa usa o servidor de FTP da rede para oferecer recurso de sincronização de senhas para usuários.

Foxmark

Foxmark

O Foxmarks pode sincronizar senhas de sites usando o servidor de FTP da rede local. Para isso, acesse, no Firefox, Ferramentas > Foxmarks > Configurações do Foxmarks. Passe à guia Avançado e tecle, em URL para Senhas, o texto ftp://ip_do_servidor/senhas. Depois, vá à guia Tipos e marque a opção Senhas. Será preciso escolher uma nova senha para criptografar os dados. Pressione OK e pronto. Note que, para separar senhas de várias pessoas, basta usar arquivos distintos no servidor FTP, digitando, na URL, por exemplo: ftp://ip_do_servidor/senhas_carlos.

>> Veja também como criar um servidor de senhas e bookmarks com a extensão Foxmarks.

Fonte

Deixe um comentário

Arquivado em Segurança na internet, Tecnologia e sistemas

Convite de casamento em Stop Motion

Eu acho muito bacana animações em stop motion. Recentemente vi várias divertidas, como a do lobo que corre atrás do porquinho, a do Iron Man x Bruce Lee, e o clipe de Her Morning Elegance, de Oren Lavie (já virou um clássico na web).

Hoje me deparei com um convite de casamento feito com a mesma técnica. O resultado é bem divertido. Só queria saber como a camisa branca chegou limpinha até o final!

O criador é o noivo, Corey McKenna, e seu casamento com Rachel será na próxima semana. É, sem dúvida, uma forma inusitada de chamar os convidados!

Fonte

Deixe um comentário

Arquivado em CDigital News

Microsoft lança nova ferramenta de busca Bing

O lançamento do Bing representa a investida da Microsoft de marcar presença no cenário dos buscadores – nos Estados Unidos, de acordo com a ComScore, o Google lidera o segmento com 64,2% do mercado, com o Yahoo (20,4%) em segundo lugar e a Microsoft em terceiro, com uma fatia de 8,2%. Na conferência, o CEO da Microsoft não falou em reversão rápida desse cenário. “Meu cronograma é de muitos anos, não tenho uma projeção específica, mas muitos anos”, afirmou.

Bing

Bing

Segundo o anúncio da Microsoft, o Bing foi desenhado especificamente para, além de aproveitar os benefícios dos atuais sistemas de busca, mostrar nova abordagem para a experiência do usuário, com ferramentas intuitivas que ajudem os clientes a tomarem decisões: escolher um restaurante, planejar uma viagem, tomar decisões de negócios, com destaque para serviços que são oferecidos online ou ranqueados.

Conheça o Bing

Deixe um comentário

Arquivado em Buscadores, SEO

Como o Google determina a relevância de uma página

Essa é a maior dúvida de clientes, desenvolvedores, profissionais de Internet, mas de profundo conhecimento de profissionais de SEO. A consultora de SEO Mihaela Lica postou no site Site Point um interessante artigo chamado: How Google Determines the Relevance of a Page, ou Como o Google determina a relevância de uma página. Vou deixar aqui uma rápida tradução para dos pontos chave do artigo para aqueles que não sabem Inglês.

SEO

SEO

SEO

Você já deve ter se perguntado por que razão os resultados exibidos do Google.com são diferentes para um usuário que está nos EUA e outro usuário que está na Alemanha? Para os profissionais de SEO, as respostas são óbvias, mas para os usuários de Web essas razões não são tão óbvias. Claro, eles podem deduzir que o Google fornece resultados com base na localização geográfica do usuário, que é determinado pelo endereço IP. Isto geralmente é verdade para os domínios locais do Google, também, como google.de ou google.com.au, mas o endereço IP não é o único fator que influencia os resultados de pesquisa. Além disso, muitos desenvolvedores ficam perdidos que este é o único fator determinante para os resultados da pesquisa do Google.

Conhecendo alguns dos fatores seguintes, você também vai saber por que razão os resultados da pesquisa variam de local para local, e como otimizar suas páginas para serem relevantes para o seu público-alvo.

Google Location
Domínio de topo

Também conhecido como TLD (do inglês top-level domain) é um dos componentes dos endereços de Internet. Cada nome de domínio na Internet consiste de alguns nomes separados por pontos, e o primeiro desses nomes é o domínio de topo, ou TLD. Por exemplo, no nome de domínio exemplo.com, o TLD é com (ou COM, visto que nos TLDs a capitalização é ignorada). Fonte: Wikipédia. É de conhecimento de todos que os TLD’s são fortemente ponderados nas buscas em resultados locais de pesquisa do Google. Outros TLD’s como .info, .tv, .biz não são vistos com bons olhos devido a um grande número de “spammers” utilizarem essas extensões. TLD’s com alta autoridade são .edu, .gov, .org e .mil. O TLD mais popular ainda continua sendo o .com, mas isso não garante que sua classificação irá aumentar nas SERPs.

Localização do servidor

Como eu já disse, .com podem seu usados por qualquer pessoa, mas o Google leva em consideração a localização geográfica de onde o domínio está hospedado. Um .com na Austrália é visto como um site australiano, um domínio hospedado na Alemanha é visto como um site alemão. Portanto, se você seguimentar uma audiência americana, por exemplo, e que pretende dar prioridade aos resultados de pesquisa nos EUA, é uma boa hospedar seu domínio nos EUA.

Localização do ITL (incoming text links)

Se o alvo de seu site é internacional tente obter links de sites hospedados em vários países diferentes tanto quanto possível. O mesmo é válido se você segmentar locais públicos, como também obter vários links de sites hospedados no país alvo. Por exemplo, se a maioria dos seus links é proveniente de sites do Google australiano irá figurar que o site é australiano, ou de interesse de pesquisadores australianos.

Linguagem da página

É possível classificar as páginas que você traduz para outro idioma também, mesmo não estando hospedado no país cuja língua é alvo. Nessa situação, são inclusos fatores de ranking como: outras línguas, codificação de caracteres, meta tags, que deverão ser traduzidas também.

Por último e não menos importante tome cuidado como você configura o Google Webmasters Tools. Ao inscrever-se no serviço o Google pede-lhe para configurar a localização geográfica do seu site. Você também pode configurá-lo em um momento posterior, ou editá-lo, mas essa opção não está disponível para um paises com um TLD específico como .de, .fr, etc. Com TLD genérico e de outros sites, a configuração do Google Webmasters Tools substitui o local do servidor e é particularmente útil para definir uma diferente localização geográfica para cada subdomínio que você deseja.

Espero que essa pequena introdução seja relevante e útil para a compreensão de como o Google mostra os resultados para os usuários, e como você pode otimizar seu site para essa variável. Com tantos fatores a considerar em SEO, utilizando pertinentes, mas cruciais como essas listadas é uma maneira de melhorar a sua pesquisa e incrementar seu ranking de maneira fácil e indolor. É óbvio que nem todos podem mudar seu nome de domínio, servidor, todas as línguas e links de uma só vez, mas essas coisas podem ser otimizadas, e devem ser, se a classificação nos motores de busca é importante para seu site.

Fonte

Deixe um comentário

Arquivado em SEO